12 dicas para ajudar a proteger sua identidade online de cibercriminosos
Tecnologia

12 dicas para ajudar a proteger sua identidade online de cibercriminosos

A maneira como usamos a Internet mudou significativamente nos últimos 10 anos e agora é extremamente difícil viver a vida "desconectado". Com todas as informações relativas a vidas pessoais, negócios e finanças que circulam no ciberespaço, é vital tomar as medidas necessárias para proteger sua identidade. Muitas das etapas são rápidas e fáceis e não custam nada além de alguns minutos do seu tempo.

1. Exclua as informações pessoais dos perfis das redes sociais.

Detalhes privados, como endereço, número de telefone e escola do filho, são pequenos fragmentos de informação que fornecem aos hackers as informações de que precisam. Remova os “amigos” que você não conhece pessoalmente e revise todos os detalhes na seção “Sobre mim”.

2. Proteja as senhas online.

Além de criar senhas fortes, certifique-se de não usar a mesma senha para tudo. Tenha mais de uma senha para contas online e certifique-se de que não sejam algo fácil de adivinhar (ou encontrar em perfis de mídia social), como nomes do meio e aniversários.

3. Revise as configurações de privacidade nas redes sociais.

Há uma opção de privacidade “somente para amigos” que deve ser usada. Redefina suas configurações de segurança quando sites de mídia social fizerem alterações em suas próprias configurações de privacidade para aumentar sua privacidade e segurança online.

4. Verifique as configurações de privacidade em seu telefone.

Você precisará desligar manualmente os serviços de localização GPS. Isso garantirá que ninguém rastreie sua localização. Alguns aplicativos solicitarão que você ative os serviços de localização para que funcionem com mais precisão, mas isso normalmente não é uma necessidade para usar os aplicativos.

5. Tenha cuidado com e-mails de phishing.

Os e-mails de spam estão se tornando mais sofisticados, mas nunca responda a e-mails com informações de conta ou senhas. Quando você examina com atenção o endereço de e-mail de onde veio o golpe, ele normalmente será semelhante a um legítimo ou terá uma letra alterada.

6. Certifique-se de que sua rede de comunicações é segura.

Mantenha sua senha WiFi protegida em toda a extensão. Isso impedirá que os hackers se conectem à sua rede e realizem atividades maliciosas enquanto usam o seu WiFi.

7. Observe seus extratos bancários e pontuação de crédito.

Ao comprar itens online, preste atenção em seu extrato bancário e pontuação de crédito. Quaisquer mudanças significativas em qualquer um deles podem significar que alguém roubou suas informações.

8. Use um software de segurança forte e atualizado.

Isso se aplica a telefones celulares e computadores. Isso fornecerá a primeira linha de proteção para suas informações confidenciais. Muitos computadores vêm com um firewall instalado, mas também existem versões gratuitas. Os firewalls são uma ótima maneira de deter os hackers.

9. Fique de olho no https: //

O “s” no final de http significa seguro. Certifique-se de que qualquer site no qual você está inserindo informações confidenciais comece com https.

10. Use um endereço de e-mail privado.

Use um endereço de e-mail diferente para se corresponder com outros que não aquele que você usa para fazer login em sites. Isso eliminará um ponto de partida para hackers que estão tentando fazer login e obter informações privadas.

11. Use notificações de login.

Alguns sites permitem que você receba uma mensagem de texto sempre que um endereço IP não reconhecido tentar fazer login em uma conta. Isso não impedirá um hack, mas avisará você se alguém estiver tentando entrar no seu negócio.

12. Ative a autenticação em duas etapas.

A autenticação em duas etapas requer que um segundo número PIN seja inserido após ser enviado para o seu telefone. Às vezes é irritante, mas significa uma garantia bastante sólida de que ninguém invadirá a conta, a menos que seja extremamente sofisticado.